Tatiana Barbosa Ferrari - Terapeuta Ocupacional

Rua Tenente Haraldo Egídio Souza de Campos,791
Guanabara Campinas- SP
19 - 3203.0345/19-3203-0347
proauti@gmail.com

quinta-feira, 14 de abril de 2011

MEDIAÇÃO ESCOLAR


A mediação escolar passou a se tornar mais frequente a partir da Convenção de Salamanca. As escolas de todo o mundo tiveram que dar conta de incluir crianças que precisavam de ajuda em classes já existentes, muitas vezes com grande número de alunos e professores, cuja formação não havia se preocupado com esses aspectos. O mediador pode atuar como intermediário nas questões sociais e de comportamento, na comunicação e linguagem, nas atividades e/ou brincadeiras escolares, e nas atividades pedagógicas, nas limitações motoras ou da leitura, nos diversos níveis escolares. Um mediador estimulando a aquisição de linguagem e habilidades sociais no cotidiano escolar amplia a possibilidade da quantidade de estímulo recebido, como também a qualidade já que sempre ocorrerá em situação real de uso, diferente do que se pode proporcionar num consultório. Conhecer o aluno que será acompanhado pela mediação, discutir com a equipe pedagógica da escola e com a equipe de apoio terapêutico são pontos fundamentais. Apesar da figura do mediador ser considerada uma adaptação no espaço pedagógico, portanto garantido pela lei, não existe muita clareza quanto o papel e as atribuições deste profissional nem quanto à regulamentação da profissão.

Revista Psicopedagogia
versão ISSN 0103-8486

3 comentários:

  1. Boa tarde, gostaria de saber qual o valor que se paga para uma mediadora escolar, para trabalhar 4 horas de segunda a sexta?
    obrigada

    ResponderExcluir
  2. Boa tarde Elen, o preço varia muito se é uma profissional formada, ou uma estudante, se paga-se valor fechado ou por hora, mas em média para ficar todos os dias as quatro horas estão cobrando quase que um salário...

    ResponderExcluir
  3. mesmo estando na lei q as escolas ;
    -Parágrafo único. Em casos de comprovada necessidade, a pessoa com transtorno do espectro autista incluída nas classes comuns de ensino regular, nos termos do inciso IV do art. 2o, terá direito a acompanhante especializado.
    no caso as escolas particulares nos cobram um valor a mais desta mediadora ,afinal quem paga esta mediadora

    ResponderExcluir